quinta-feira, 15 de outubro de 2009

CURRÍCULO ESCOLAR

O currículo escolar reflete todas as experiências em termos de conhecimento que serão proporcionados aos alunos de um determinado curso. A origem da palavra currículo – currere (do latim) – significa carreira. Assim, o currículo escolar representa a caminhada que a aluna ou o aluno fazem ao longo de seus estudos, implicando tanto conteúdos estudados quanto atividades realizadas sob a tutela escolar.

Um currículo pode ser definido por uma Rede de Ensino (para todas as suas escolas), ou por uma escola em particular. Um currículo também pode ser definido a partir dos livros didáticos que são adotados para cada série escolar ou pode funcionar a partir de algumas diretrizes nacionais.

No Brasil, não existe um currículo único nacional, porém, os Parâmetros Curriculares Nacionais trazem, como sugestão, uma forma de definição das disciplinas e distribuição dos conteúdos entre os componentes curriculares propostos. Devido à dimensão territorial e à diversidade cultural, política e social do país, nem sempre os Parâmetros Curriculares chegam às salas de aula.

domingo, 11 de outubro de 2009

Relato de aula desenvolvida

Realizei no decorrer deste ano com os alunos dos 4º anos matutino e vespertino um projeto envolvendo LEITURA e ESCRITA.

Após trabalharmos em sala com histórias em quadrinhos, contos e fábulas,levei os alunos para o laboratório de informática para pesquisarem ,eles ficaram maravilhados com a diversidade encontrada na internet.Escolhemos um conto lido para assistirmos e logo os alunos perceberam as diferenças da mesma história com autores diferentes,isso chamou muito a atenção deles.

Percebi o tanto que as tics são importantes, ferramentas indispensáveis em nossas aulas, pois além de nos auxiliar tornam nossas aulas muito mais dinâmicas e criativas .Não poderia deixar de falar que hoje os livros de histórias infantis estão super atraentes isso chamou muito a atenção das crianças e elas ficaram maravilhadas com os livrinhos.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Análise do projeto: O Mundo da Leitura



Esse projeto foi desenvolvido com alunos do 1° ao 5° ano, durante o ano letivo de 2008.
O projeto teve como objetivo principal oportunizar ao aluno ampliar seus conhecimentos, contribuindo para o processo de construção da língua oral e escrita, suprindo as necessidades básicas, ampliando o domínio da leitura e escrita promovendo e estimulando à leitura como fonte de prazer, incentivando a curiosidade de novas descobertas, tornando-a prazerosa, fim de conquistar novos leitores.
Proporcionamos aos alunos diferentes situações para a leitura, interpretação e produção, buscando trabalhar de forma oral, coletiva, individual e compartilhada, de modo a conseguir que a atividade de leitura seja significativa para o aluno, utilizando tipologias mais adequada a cada disciplina de acordo com objetivos específicos.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

ATIVIDADES DA UNIDADE 4

Atividades da Unidade 4 - Currículo, projetos e tecnologia

Unidade 4 - Projeto, currículo e tecnologia

ATIVIDADES 1-UNID 4
Reflexão sobre as possíveis mudanças em seu trabalho pedagógico
Identificação de mudanças
Essa atividade tem o objetivo de provocar reflexões sobre a possibilidade de mudanças no seu trabalho pedagógico. Dinâmica: divisão do grupo em 5 (cinco) subgrupos para a reflexão dos questionamentos:
1- Será que, usando computadores e internet nas atividades escolares, faremos as mesmas coisas que fazíamos antes?
2- Será que haverá mudanças em nossa atuação docente?
3- O que mudará na aprendizagem do aluno?
4- Que novos aspectos vão requerer maior atenção da nossa parte?
5- Podemos criar novas estratégias que potencializem a aprendizagem de nossos alunos? No grande grupo. Leitura do Poema: "De mãos dadas", de Carlos Drummond de Andrade e a entrevista de Pedro Demo.
Essa atividade não tem postagem .

ATIVIDADE 2 – UNID 4

Possibilidades de Contribuições das Tecnologias
Participe do Fórum "Possibilidades de Contribuições das Tecnologias" e registre algumas características das tecnologias da informação e comunicação que, no seu entender, pode trazer significativas contribuições ao integrá-las à sua prática pedagógica. Em seguida, leia as características apontadas pelos demais cursistas e comente duas delas. Sugerimos a leitura do texto" Por quê o computador na educação? de José Armando Valente .(guia do cursista)

ATIVIDADE3- UNID 4

Descrição de experiência com projetos em sala de aula ( Biblioteca)
Reflita sobre uma vivência ou experiência do trabalho com projetos em sala de aula envolvendo o uso das tecnologias. Elabore um texto descritivo no editor de texto, destacando aspectos relacionados aos conteúdos curriculares trabalhados e aos recursos tecnológicos, respondendo as questões:
a) Quais os conceitos, atitudes e procedimentos mobilizados e/ou desenvolvidos pelos alunos? b) Como os conteúdos trabalhados se integram ao currículo das disciplinas envolvidas? c) Quais as contribuições das tecnologias e mídias utilizadas ao desenvolvimento da atividade? O documento deve ser salvo em Meus documentos da seguinte forma:ativ3_seunome_unid4. Poste o arquivo na Biblioteca, Material do Aluno, Tema: Atividade3.4, subtema: contribuições das tecnologias. Acesse as atividades postadas pelos outros cursistas para conhecer outras reflexões e relatos. Sugestão de leitura: Texto "Projeto pedagógico: pano de fundo para escolha de um software educacional" de Fernanda Maria Pereira Freire e Maria Elisabette Brisola Brito Prado (Guia do Cursista).

ATIVIDADE 4 UNID 4

Relato e socialização de experiência de uso de tecnologia
Vamos agora trabalhar em pequenos grupos para conhecer experiências de uso de tecnologias ao currículo vivenciadas pelos colegas. Entre em contato com outros cursistas (pode ser via webmail) para formar pequenos grupos (três ou quatro participantes). Orientação didática: 1. Escolher um representante do grupo para registrar a síntese das análises e atribuir um nome ao grupo. Por exemplo: Canela. 2. Cada grupo vai debater sobre as experiências de seus membros relacionadas ao uso de tecnologias no currículo. 3. Identificar em relação às experiências: disciplinas envolvidas, atividades desenvolvidas, objetivos da atividade, conteúdos trabalhados, tecnologias e mídias utilizadas, duração da atividade, os conhecimentos, atitudes e procedimentos que os alunos mobilizaram ou aprenderam. 4. Registrar em documento do editor de texto, a síntese das análises do grupo sobre as experiências. 5. Salvar em Meus documentos atribuindo-lhe um nome que facilite sua identificação da seguinte forma: ativ4_canela_unid4. 6. Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema “Atividade 4.4”, subtema: Uso de tecnologias no currículo. Leitura recomendada: - Articulando saberes e transformando a prática de Maria Elisabette B. B. Prado e Maria Elisabeth B. de Almeida; (Guia do Cursista) - Integração das Tecnologias na Educação de Almeida e Moran (www.tvebrasil.com.br;salto). Boa leitura! Participantes dos grupos: Façam a discussão através do Webmail constante na aba superior interação, onde vocês dispõem dos contatos dos colegas. É só marcar os colegas do seu grupo, clicar em escrever mensagem, digitar o texto e enviar. Após fazerem a discussão escolher um representante para postar a síntese das análises. Não esquecer de por um nome no grupo e o nome de seus componentes.

ATIVIDADE 5 UNID 4

Projetos de trabalho em sala de aula.
Elaborar um plano de aula para o desenvolvimento de projetos de trabalho com o uso de tecnologias. Este plano deverá ser realizado preferencialmente no período de 2 (duas) ou 3(três) semanas. Deve-se dar preferência a projetos que propiciem o desenvolvimento da competência leitora e escritora; projetos temáticos transversais; projetos que surjam de questões ou curiosidades levantadas pelos alunos sobre determinado acontecimento do seu contexto ou tema de estudos da disciplina. Este plano poderá ser elaborado individualmente ou em grupos de professores de uma mesma escola, desde que se comprometam a desenvolver as ações de modo integrado. Antes de elaborar o plano, vamos explorar o Portal do Professor e/ou os recursos existentes no computador na escola, a fim de reconhecermos as potencialidades dos recursos pedagógicos que favorecem a autoria do aluno com o uso de diferentes linguagens. Lembre-se de explorar o portal do professor! Saiba mais: Texto da entrevista de José Manoel Moran sobre a convergência de tecnologias, disponível no site: http://www.eca.usp.br/prof/moran/positivo.pd - Texto Pedagogias de projetos: fundamentos e implicações de Maria Elisabth B. B. Prado (Guia do Cursista)

ATIVIDADE 6 UNID4 –

Desenvolvimento dos projetos de trabalho
Professores(as) Durante as próximas duas semanas, quando vamos realizar o plano de aula voltado ao desenvolvimento de projetos de trabalho pelos alunos, leve em conta a possibilidade de orientar os alunos para a integração de diferentes tecnologias a esse trabalho. Orientação didática: 1. Desenvolver o plano de aula e registrar no fórum “Relato de projetos de trabalho” as atividades desenvolvidas, as estratégias criadas pelos alunos com os respectivos conhecimentos, atitudes e procedimentos mobilizados ou aprendidos, as tecnologias e mídias empregadas. 2. Comentar os relatos registrados pelos colegas. 3. Após a conclusão do projeto, analisar o previsto e o realizado comparando o plano de aula com os relatos registrados em fórum e fazer uma síntese das atividades desenvolvidas, principais estratégias criadas pelos alunos com os respectivos conhecimentos, atitudes e procedimentos mobilizados ou aprendidos pelos alunos, as tecnologias e mídias empregadas. 4. Inserir no fórum “Currículo desenvolvido na ação” sua análise sobre como os conceitos e estratégias, as mídias e tecnologias identificados se integram ao currículo das disciplinas envolvidas. 5. Reelaborar o plano de aulas em arquivo no formato de texto. 6. Salvar o documento no seu BLOG, em meus documentos atribuindo-lhe um nome que facilite sua identificação da seguinte forma: ativ6_seunome_unid4. 7. Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema: Atividade 6.4, subtema: “Plano de aula reelaborado”. Inserir o Plano de Aulas reelaborado no Portal do Professor. Dica de leitura: A tecnologia é uma estratégia (Guia do Cursista).

ATIVIDADE 7 UNID 4 - Conceito de Currículo

Vamos pensar sobre as questões abaixo:
1- O que é currículo? 2- Quais as contribuições das tecnologias ao desenvolvimento do currículo? 3- Como integrar efetivamente as tecnologias ao desenvolvimento do currículo? 4 - Como desenvolver projetos no âmbito do currículo? Para respondermos estas questões articulando a prática analisada com a teoria, vamos efetuar a leitura dos seguintes artigos: ALMEIDA, M. E. B. e PRADO, M. E. B. B. Desafios e possibilidades da integração de tecnologias ao currículo. Brasília, Ministério da Educação, Secretaria de Educação a Distância – SEED/MEC, 2008. PRADO, M. E. B. B. Pedagogia de projetos: fundamentos e implicações In: Moran, J. M.e ALMEIDA, M. E. B. Integração de tecnologias na educação. Brasília, DF: SEED/MEC, 2005. http://www.tvebrasil.com.br/salto. Coloque seus conceitos no blog

ATIVIDADE 8 UNID 4

Compartilhando experiências sobre currículo, projetos e tecnologia.
Agora que temos prática de sala de aula com projetos de trabalho desenvolvidos pelos alunos, vamos compartilhar e debater nossas experiências com colegas de outras turmas e com outros profissionais que utilizam diferentes estratégias para incorporar tecnologias ao currículo. Desse modo, participaremos da criação de comunidades de aprendizagem e de prática por meio do Portal do Professor ao tempo que buscamos novas referências sobre projetos nesse Portal: Descobriremos aí um mundo de informações importantes e outros modos de conceber e desenvolver projetos. Orientação didática: 1. Navegar no Portal do Professor. 2. Clicar na opção Interação e Colaboração. 3. Explorar as diferentes áreas abertas para a interação e colaboração: chats, blogs, seminário on-line, inovações interativas. 4. Fazer um relato de sua experiência com projeto usando tecnologias no currículo na área intitulada “Relatos de Experiências”. 5. Ler os relatos postados nessa área, verificar se existem outros relatos a respeito do desenvolvimento de projetos curriculares com o uso de tecnologias e comentar aqueles que mais lhe chamaram a atenção.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

RELATÓRIO
RELATÓRIO
Aula desenvolvida pelas professora Carla, Izilda, Solange e Sebastiana, no dia 25/09/09 com os alunos do 5ºano B da Escola Municipal Profª Elzinha Lizardo Nunes.
Iniciamos a aula com a explicação sobre o Sistema Digestório,sua importância, funções e partes.
Levamos os alunos para a sala de Informática para que eles pesquisassem sobre o tema e pudessem ver o sistema Digestório identificando suas partes.
O tema foi apresentado de forma clara tendo uma boa compreensão porte dos alunos, após esta pesquisa os alunos foram levados para sala e tiveram que construir com massinha de modelar o sistema Digestório e identificar suas partes.
Houve grande colaboração entre os alunos durante a construção do sistema digestório mesmo com algumas dificuldades eles conseguiram construí-lo.
Os objetivos propostos foram alcançados e os alunos passaram a conhecer, identificar e perceber a importância do mesmo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Educação e Vida

Veja um video interessante!!!!

Dificuldades de aprendizagem

ATIVIDADES DA UNIDADE 3

Atividades da Unidade 3
Atividade 1 unidade 3

Faça um texto diferenciando multimídia de hipermídia
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Multim%C3%A9dia e
http://pt.wikipedia.org/wiki/Design_de_hiperm%C3%ADdia)
e poste em interação FÓRUM

Atividade 2 unidade 3

Após navegar nos portais do Professor e Porta curtas(http://portacurtas.com.br/index.asp e http://portaldoprofessor.mec.gov.br
proponha sugestões de como utilizar multimídia e hipermídia em suas aulas.
FÓRUM

Atividade 3 unidade 3

Minhas descobertas:
Compartilhe as descobertas feitas no portal do professor e porta curtas. Apresente aos colegas que achar conveniênte. FÓRUM

Atividade 4 unidade 3

Crie um esboço inicial de uma atividade com seus próprios alunos, envolvendo uso de objetos em mídias digitais. Faça um relato e poste no blog

Atividade 5 unidade 3

Faça o planejamento da atividade com mídias digitais a ser desenvolvida na escola. Pense em atividade viável com os recursos disponíveis na escola. Inclua no seu planejamento o Maximo de detalhes, salve-o como por ex: ativ5_reila_unid3 e poste na BIBLIOTECA material do aluno, tema: Atividade 5 subtema: Planejamento. Organize uma apresentação para ser utilizada como suporte no próximo encontro presencial sobre seu planejamento
Postado por Curso-TE - Alto Taquari - Reila às 13:34 0 comentários

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Ativ_8 Experiencia como educadora

Ativ8_Experiencia como educadora

Ao ministrar a aula planejada “Geometria e a arte de Tarsila do Amaral”no 9º ano tive mais uma experiência em minha carreira como educadora, entendo que a cada dia estou crescendo como profissional.
Foi muito gratificante poder ensinar os alunos utilizando novas tecnologias e estratégias.Senti a classe motivada, por estarem aprendendo o conteúdo de Geometria de uma forma diferenciada podendo compreender a relação entre a matemática e a arte.
Portanto fica claro que todo conteúdo trabalhado dentro de um contexto obtém-se sempre um melhor resultado.A nossa vida profissional é sempre um aprendizado

AULA DE MATEMÁTICA COM OS ALUNOS DO 9º ANO DA ESCOLA MUNICIPAL


Aula Executada no dia 20 de agosto com os alunos do 9ºano da Escola Municipal professora Elzinha Lizardo Nunes.
Houve grande envolvimento da turma durante a realização da aula.No blog estavam postados o conteúdos para o estudo.
Iniciamos com a explicação sobre a relação entre as formas geométricas e as obras de arte .Comentamos sobre a artista Tarsila do Amaral e sua obra Calmaria II.
Apresentamos de uma forma clara, tendo uma boa compreensão por parte dos alunos.Eles conseguiram entender bem a relação entre a obra estudada e a matemática.
Conseguiram identificar as formas geométricas contidas na obra. Observaram que a obra possui formas geométricas com cores claras e escuras, bem intensas e vivas que realmente nos dá a impressão de tranqüilidade e calmaria.
Os alunos abriram outros links onde observaram as planificações das formas geométricas encontradas na tela.
Realizaram a montagem dos sólidos geométricos a partir de suas planificações.Não apresentaram dificuldades.
Houve grande colaboração entre os grupos durante as montagens dos sólidos geométricos.Os objetivos propostos foram alcançados os alunos passaram a conhecer ,comparar e identificar com mais facilidades os sólidos geométricos,estabelecendo maior relação entre figuras espaciais e suas representações no plano.
Desenvolveram habilidades em desenhar, recortar e construir sólidos geométricos como: pirâmide de base triangular e quadrangular e paralelepípedos.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

DEFICIENTE

"Deficiente"
É aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco"
É quem não procura ser feliz.
"Cego"
É aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria.
"Surdo"
É aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão.
"Mudo"
É aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico"
É quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético"
É quem não consegue ser doce.
"Anão"
É quem não sabe deixar o amor crescer.
E "Miserável"
Somos todos que não conseguimos falar com Deus.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

MUITIMÍDIA E HIPERMÍDIA EM SALA DE AULA

ativ2_carla_unid3
A multimídia vem como uma ferramenta que pode ajudar a resgatar em sala de aula a mais antiga forma de comunicação humana, a comunicação oral, o contar estórias , a inserção do "contar estórias" no currículo da escola básica, falando das propriedades dos contos, destaca o ritmo e ritual exemplificados em situações do tipo"era uma vez... viveram felizes para sempre", utilizando no enredo situações como bem/mal,,grande/pequeno e o equilíbrio afetivo/cognitivo por meio da utilização de metáforas e analogias.

A hipermídia permite a integração de várias mídias eletrônicas em sala de aula que já estão sendo amplamente utilizadas , como a televisão, o vídeo e o computador.

HIPERMÍDIA E MULTIMÍDIA

ativ1_carla_unid3



Hipermídia

Hipermídia possui inúmeras definições, tanto pode ser a união de meios que dá acesso ao mesmo tempo a imagens, textos e sons mutuamente, permitindo fazer links entre seus componentes de mídia controlando sua própria navegação, além de tirar textos, imagens, sons fazendo com que o usuário possua a sua própria versão desenvolvida por ele, como pode ser também um meio de linguagem de “mídia atual”, ao qual pertence à internet, jogos de computador, TV interativa entre outros. Resumindo, Hipermídia seria um nível mais elevado de interatividade permitida ao usuário.

Multimídia

A multimídia é definida como o conjunto de textos, imagens, sons, animações, interações e vídeos. Seu objetivo principal consiste na transmissão de uma mensagem a um determinado público.

sábado, 22 de agosto de 2009

Wikidicionário

Ativ11_carla_unid2


O wikidicionário é mais uma ferramenta que vem colaborar para o enriquecimento da minha prática pedagógica, podendo contribuir com a nossa aprendizagem e com a aprendizagem dos nossos educando.O mais importante dessa atividade foi perceber que na internet podemos buscar coisas novas e dentro de minutos, temos fácil o conceito que procuramos.

Minha experiência com wikipédia

Ativ10_carla_unid2

Wikipédia é uma enciclopédia eletrônica rica e de fácil acesso, que veio para contribuir e enriquecer as nossas aulas facilitando o nosso dia a dia.Minha primeira experiência com essa enciclopédia foi muito importante para mim pois pude conhecer uma nova forma de pesquisa e que além de pesquisar posso também contribuir.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

ATIVIDADES 7 ATE 12 DA UNIDADE 2

ATIVIDADES 7 ATE 12 DA UNIDADE 2
Atividade 2.12

Apresentação no quinto encontro das atividades realizadas com seus alunos com apoio do pôster.OBS. Não precisa postar nada, em lugar algum.

Atividade 2.11

Cursista navegue pelo Wikicionário : http://pt.wiktionary.org/, aprenda a utilizá-lo, analise exemplos. Após a navegação vá ao Fórum: Wikicionário e registre sua experiência, aproveita para comentar pelo menos um colega.

Atividade 2.10

Cursista navegue pela Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/, veja o conceito, a história e como se cadastrar para participar como membro de uma Wikipédia. Vá ao Fórum: Wikipédia e registre sua experiência, aproveita para comentar pelo menos um colega.

Atividade 2.9

Cursistas vocês deverão construir um pôster, veja leitura 2.9, para dar apoio à apresentação da experiência com seus alunos, no inicio do quinto encontro presencial.Obs. Não precisa postar nada, em lugar algum.

Atividade 2.8

Faça o registro digital de sua experiência como professora utilizando tecnologias com seus alunos e faça links com o trabalho dos mesmos. Poste no seu Portfólio e link com o conteúdo trabalhado, com as fotos dos alunos trabalhando etc.OBS. Não se esqueça de dar um titulo ao seu registro e mencione que é a oitava atividade da unidade dois.

Atividade 2.7

Cursistas vocês irão executar juntamente com seus alunos a aula planejada anteriormente, enquanto o grupo executa a aula outro grupo vai observar e fazer anotações referentes às atividades realizadas pode ilustrar com fotos o seu relato. Disponibilize na Biblioteca – tema: Atividade 7 subtema: Tecnologia na prática. Não se esqueça de salvar de maneira que pode facilitar a sua identificação:ativ7_reila_unid2OBS. Veja alguns pontos que podem ser observados e anotados durante a atividade: Como os alunos se envolveram? Os alunos conseguiram compreender o foco e a proposta da atividade? A forma de apresentá-la foi clara para este grupo de alunos? O que conseguiram fazer e perceber? Quais as dúvidas e dificuldades mais recorrentes? Que coisas chegaram a descobrir e a fazer que não estivesse previstas? De que forma se relacionaram as duplas internamente? Mais disputaram o uso da máquina ou mais colaboraram para o andamento do trabalho? As duplas colaboraram umas com as outras? De que forma? Ensinaram, tiraram dúvidas ou perguntaram umas às outras? Em quais duplas de alunos os objetivos planejados foram atingidos? Em quais não foram? Qual a proporção? Que aprendizagens não previstas ocorreram com muitos alunos? Que aprendizagens, descobertas ou criações especialmente interessantes e não previstas ocorreram com algum ou alguns alunos? Como foi a condução da atividade pelo professor? Foi muito diretiva ou permitiu que a condução e o ritmo da ação fossem dados pelos alunos? Os equipamentos funcionaram a contento Os programas funcionaram a contento? Análise Alguns pontos que podem ser analisados e avaliados além dos que foram anotados em sala: - A turma, como um todo, recebeu bem a proposta da atividade? - A proposta envolveu e animou os alunos? Todos ou só alguns? Ou nenhum? O que envolveu os alunos foi à atividade em si ou o uso do laboratório de informática? - Há alguma outra organização do grupo que possa fazer o trabalho transcorrer de forma mais adequada do que a forma como transcorreu? - Há alguma preparação do grupo de alunos que possa contribuir para o trabalho acontecer de forma mais adequada e interessante? Vocês ficaram satisfeitos com a atividade? - Que coisas puderam perceber quanto à forma de aprender de seus alunos? - Esta atividade pode ser adaptada para outros contextos, para outras séries ou outras disciplinas? De que forma? Pode envolver mais de uma disciplina? A atividade seria mais interessante se envolvesse professores de outras disciplinas? - O desenvolvimento da atividade e a forma como aconteceu com seus alunos sugerem algum desdobramento, alguma outra ação que decorra dela e possa ampliar seus ganhos? - A partir do que foi anotado em sala, seria possível criar uma ficha de acompanhamento da atividade que pudesse ser preenchida pelos alunos ainda durante a atividade e que refletisse o seu processo ao longo dela? Objetivos muito claros para cada tópico que esperam que os alunos abordem pode ajudar nisso?

ATIVIDADE DA UNIDADE 2

ativ6_carla_und2


Aula de Matemática:
Geometria e a arte de Tarsila do Amaral
Esta aula será ministrada na sala de Informática, os alunos utilizarão de uma nova ferramenta tecnológica para a aprendizagem.
Trata-se de estarem fazendo uma visita no meu Blog http://carlagifani.blogspot.com onde estarão trabalhando e utilizando da ferramenta “hipertexto” que oferece aos alunos diferentes trajetos para a compreensão, provendo recursos de informações, as conexões, facilitadas pelo computador, ligam as informações umas às outras que contribuem para o desenvolvimento de sua autoconfiança, ou seja, dá capacidade de viver em uma sociedade cada vez mais permeada pela tecnologia.
Geometria e a arte de Tarsila do Amaral

Profª: Carla Gifani

A partir de 9 anos – 5° ao 9° ano

- Conhecer, comparar e identificar sólidos geométricos;

-Estabelecer relações entre figuras espaciais e suas representações no plano;

-Desenvolver habilidades de percepção visual e espacial e a utilização de instrumentos para desenhar e construir sólidos geométricos tais como: pirâmides, prismas, cilindros, cones e esfera

1°- Levar os alunos na sala de Informática para que faça uma observação na obra Calmaria II (1929), de Tarsila do Amaral, para que todos os alunos possam conhecer melhor e estabelecer relação entre as formas geométrica e as obras de artes.
Após os alunos serão organizada em roda de modo que possam discutir suas percepções diante do quadro.
Discussão :as cores: como a pintora as usa; os efeitos que ela consegue criar; a impressão que elas nos dão...
as formas: os sólidos geométricos que aparecem na pintura; eles são iguais; os que estão atrás causam quais impressões...
outros recursos usados pela pintora para termos a sensação de “calmaria”.

2°Alguém conhece a obra?
Explico que a pintora é brasileira, nasceu em 1886, em Capivari, interior de São Paulo
Aproveito a oportunidade para que os alunos Mergulhem um pouquinho na história da arte dizendo que a artista renovou a pintura brasileira ao usar cores e formas e deixou marcado o mais autêntico sentimento nacionalista.
Peço para que eles pesquisem algumas informações e referências bibliográficas para que possam saber mais sobre a artista.
Após a pesquisa realizada estarei ensinando meus alunos a fazerem um hipertexto.
Link – No texto acima onde se encontra o nome Tarsila do Amaral terá o link com sua biografia.
E também estarem observando os links abaixo relacionados a esta aula de geometria.
AS figuras serão imprimidas para confecção dos sólidos geométricos.
formas geométricas dos sólidos
figuras que formam um paralelepípedo

3°Na próxima aula classe em grupos de 4 alunos, será distribuído um conjunto de formas geométricas diferentes para cada um.Cada conjunto é composto de figuras que representam as faces de um dos sólidos geométricos que aparecem na obra Calmaria: pirâmide de base quadrada, pirâmide de base triangular e paralelepípedo.
Peço para que abram seus envelopes e descubram qual sólido geométrico que aparece na obra de Tarsila pode ser formado com as figuras que receberam. Assim que descobrirem, proponha que, usando uma fita adesiva transparente, montem o sólido geométrico.
Promovo uma conversa na sala, de forma que os alunos explicitem como descobriram de qual sólido se trata, o que fizeram para obtê-lo, se basta juntar as figuras de qualquer forma.

Solicito que todos os grupos montem um paralelepípedo com as figuras dadas, usando a fita adesiva transparente.
Após a montagem do sólido, cada grupo abrirá o sólido retirando algumas fitas adesivas de modo a formar uma planificação. Nesse momento é possível discutir com os alunos se nas planificações obtidas:
foram usadas todas as figuras necessárias para a composição do sólido;
todas figuras estão presas umas às outras por pelo menos um lado, nunca pelas pontas.
Peço que um aluno cole sua planificação em um cartaz e desafie os demais grupos a conseguir planificações diferentes.
Nesse mesmo cartaz, será escrito ao lado das planificações os nomes das figuras planas que nele apareceram. É um bom momento para explicar que nos sólidos essas figuras são chamadas de faces. Nesse caso, o paralelepípedo possui 6 faces. _____________________________________________________________
4°Avaliação:Espera-se que no final desta atividade os alunos tenham adquirido maior conhecimento na relação entre a arte e geometria,que sejam capazes de montar sólidos geométricos e obter as planificações dos mesmos.

ATIVIDADE DA UNIDADE 2

HOJE É TEMPO DE SER FELIZ!

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes. Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós,será plantação que poderá ser vista de longe... Para cada dia, o seu empenho. A sabedoria bíblica nos confirma isso, quando nos diz que "debaixo do céu há um tempo para cada coisa!" Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado. As escolhas que você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura. Felicidade talvez seja isso: alegria de recolher da terra que somos, frutos que sejam agradáveis aos olhos! Infelicidade, talvez seja o contrário. O que não podemos perder de vista é que a vida não é real fora do cultivo. Sempre é tempo de lançar sementes... Sempre é tempo de recolher frutos. Tudo ao mesmo tempo. Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã! Por isso, não perca de vista o que você anda escolhendo para deixar cair na sua terra. Cuidado com os semeadores que não lhe amam. Eles têm o poder de estragar o resultado de muitas coisas. Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores... Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa. Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam... Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem... Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena... Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade... Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... elas costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo. Não tenha medo de se olhar no espelho. É nessa cara safada que você tem, que Deus resolveu expressar mais uma vez, o amor que Ele tem pelo mundo. Não desanime de você, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz. Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida. Ao invés de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito... A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta "que os sonhos não envelhecem..." Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões. Deus resolveu reformar o mundo, e escolheu o seu coração para iniciar a reforma. Isso prova que Ele ainda acredita em você. E se Ele ainda acredita, quem sou eu pra duvidar... (?)

Padre Fábio de Melo

O QUE É HIPERTEXTO?

Para nós professores hipertextos se constituem como recursos importantes para organizar material de diferentes disciplinas ministradas simultaneamente ou em ocasião anterior e mesmo para recompor colaborações preciosas entre diferentes turmas de alunos .Uma sala de aula onde se trabalha com hipertextos se transforma num espaço transacional apropriado ao ensino e aprendizagem colaborativos, mas também adequado ao atendimento de diferenças individuais, quanto ao grau de dificuldades, ritmo de trabalho e interesse.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

ATIVIDADES DA UNIDADE 2




Ativ1_ unid2

A atividade propõe que cada cursista navegue em hipertexto e, em seguida, troque impressões com seus colegas de dupla. Depois, cabe a você reunir todo o grupo para uma discussão da experiência. Poste também no blog as atividades postadas na BIBLIOTECA.

Ativ2_unid2

A atividade provoca os cursistas para outra nova experiência: que tal aprender sobre hipertexto por meio de hipertexto? A idéia é navegar pela página da Wikipédia que trata de hipertexto. Ao terminar a navegação, escreva um pequeno texto de 250 a 300 palavras relatando suas impressões. Deve publicá-lo na BIBLIOTECA do curso, material do aluno no tema: Atividade 2.2, no subtema: Coisas importantes e significativas.Após a conclusão da atividade, converse com os colegas sobre a experiência que viveram. O texto da unidade apresenta algumas perguntas instigadoras do debate, mas não é necessário que os cursistas respondam efetivamente.

Ativ3_unid2

Ao longo da atividade 3, o cursista é levado passo a passo a construir um hipertexto e, no fim, a salvá-lo em sua pasta, colocando-o disponível para ser lido e comentado pelos colegas na área de compartilhamento de produções(blog). Publique-o na BIBLIOTECA no tema: Atividade 2.3, no subtema: Impressões sobre experiências de navegação.

Ativ4_unid2

O cursista deverá dirigir-se ao ambiente de compartilhamento de produções e escolha, leia e comente alguns trabalhos dos colegas no FÓRUM, tema: Impressões sobre experiências de navegação. Depois deverá rever o seu próprio trabalho, aceitando ou refutando as críticas dos colegas e, se julgar pertinente, modificando seu texto original.

Ativ5_unid2

Essa atividade é a criação de portfólio, que no nosso caso é o blog.Postar no fórum o endereço do seu blog.

Ativ6_unid2

Nesta atividade, em dupla ou trio, planejem usar, em sala de aula, alguns dos recursos aprendidos nas semanas anteriores. Sugerem-se exemplos de atividades, como criação de paginas pessoais com links para coisas que tenham interesse na internet ou navegação e pesquisa na Internet. Para esta atividade indicamos duas leituras:a) O texto Leituras sobre hipertexto. Disponível em http://www.ufpe.br/nehte/artigos/Leituras%20sobre%20hipertexto.pdf b) Contornos arquitetônicos – parte de um hipertexto criado por Maria Helena Pereira Dias que descreve com algum detalhe o que é um hipertexto e discute sua utilização no contexto educacional. Disponível em: http://www.unicamp.br/~hans/mh/arquitet.html Para planejar a atividade, não esqueça que devem constar do planejamento:a) Objetivos de aprendizagem – o que se pretende que os alunos venham a ser capazes de fazer após a atividade;b) Atividades – as etapas das atividades, que devem ser claramente definidas;c) Recursos necessários – identificação e listagem dos recursos necessários, disponibilidade para uso, como utilizá-los;d) Citar as competências e conhecimentos prévios – dos alunos necessários para participar da atividade;e) Formas de avaliação – como será verificado se a atividade atingiu seu objetivo?Esta atividade será salva por ex: ativ6_reila_unid2, a mesma deve ser postada na Biblioteca, Material do Aluno, tema: Atividade 6, subtema: Planejando atividades com hipertexto. Vá ao Fórum: Análise dos trabalhos dos colegas, e analise o trabalho de um grupo.